Vivi na última quarta-feira, oito de novembro de dois mil e dezessete, um dos melhores dias de toda a minha vida. Ir ao show do Coldplay, é uma experiência mais que completa. Você sai com o sentimento certeiro de que está aproveitando a vida da forma mais intensa e incrível possível. Obrigado Chris, Jonny, Will e Guy por fazerem parte da minha vida. Por estarem de alguma forma conectados comigo através da música, nos meus melhores e piores momentos. Por me fazerem não desistir jamais de todos os meus sonhos - Don't ever give up -e acreditar que o amor é a única arma para combatermos todo o ódio de uma sociedade hipócrita - Believe in Love. Vocês recompensaram todo o sacrifício de ficar mais de 10 horas na fila, de conseguir um ingresso para uma das maiores e melhores turnês de todos os tempos, de uma viagem longa e cansativa, sufocos, calor, frio, chuva. Mas é aquele ditado: Nobody said it was easy. Foi mais que um show, foi uma experiência que eu estarei levando até o meu último suspiro. Foram as duas melhores horas da minha vida. Cantei com todo o meu fôlego às músicas que fazem parte de toda a minha vida até agora! Lágrimas escorreram pelo meu rosto, brilhei no escuro e celebrei uma noite incrível com vocês. Obrigado, Coldplay. Muito obrigado por tudo. Por todos os amigos que eu fiz por lá, por todas as lembranças, todos os momentos desse show incrível e dessa experiência insana e extraordinária que vocês nos proporcionaram e por voltarem ao nosso país. Um sonho que se tornou realidade, novamente. Que esse filme da turnê saia logo porque eu já quero chorar e me sentir lá novamente. AO INFINITO E ALÉM, COLDPLAY! 💜 #coldplay #coldplaysaopaulo #ahfodtour #r42 @coldplay

Uma publicação compartilhada por Matheus Lima (@matheusilvalima) em